HOLLYWOOD, É LOGO AQUI

“O filme Gladiador é ótimo exemplo da importância do trabalho em equipe e da importância de se ter um verdadeiro líder”.

AGORA FAÇA!
Por Cláudio Tomanini

Conceituar a palavra “marketing” é uma tarefa extremamente perigosa. Percebe-se hoje que é uma atividade falada com freqüência em todos os segmentos de negócios e que assume conotações diferenciadas no mercado. Na vida pessoal também é usada e, às vezes, até com exagero. O
marketing não é fazer propaganda, como muita gente imagina. Marketing é relacionamento. É uma ciência especializada em estudar a melhor maneira de contatar, estabelecer e manter relações duradouras com seu cliente. O “dito” marketeiro é outra história. Um bom exemplo é aquele sujeito chamado “171” o enganador, que habitualmente faz marketing da própria imagem, não diz uma só palavra, senão com o intuito de exaltar suas boas qualidades e esconder os defeitos, conhecidos por nós como “picareta”. Não devemos interpretar mal o marketing nos negócios, feito por profissionais, estruturado, competente e que tem como objetivo a conquista e principalmente a
manutenção e a perpetuação de clientes. Quando se fala de clientes satisfeitos, é preciso ter em mente que sempre esperarão de você uma solução, e muitas vezes que você se antecipe a todos e a tudo superando o que eles próprios não esperam. Neste novo mundo dos negócios é
desconsiderado qualquer direito humano de errar. Seu cliente não considerará o fator humano a seu favor, ele será pragmático ao analisar sua competência nesta relação. Toda essa introdução serve para justificar a importância do uso de ferramentas não tradicionais para promover uma
reflexão profunda e com residual utilizadas em cada palestra de vendas e marketing realizadas nas várias empresas do país. As empresas me procuram para motivar suas equipes e assim, obterem maiores resultados em seus mercados. No decorrer da minha apresentação, vou utilizando trechos
de filmes hollywoodianos, que promova uma profunda reflexão da platéia entre as atividades profissionais e as cenas escolhidas, possibilitando o compreender e o sentir a importância de fazer melhor de forma bastante intensa. É surpreendente o valor residual e o feedback do público em
uma atividade como esta. Relacionamento, esta é a base de toda a minha palestra. O
óbvio em se falar e o difícil em se fazer. É só você leitor, lembrar o quanto e quão bem falamos esta palavra, e o quanto que cada um de nós temos dificuldade em aplicá-la eficazmente em nossas vidas. Portanto, nada mais contundente do que usar filmes para apoiar as teorias
empresariais. Promovendo um entusiasmo para transformar toda a teoria da palestra em ações eficientes. É a paixão e a emoção despertando o sentimento de fazer bem feito. Para ilustrar a aplicação dos famosos filmes de Hollywood da importância de uma liderança genuína para um eficiente trabalho em grupo, visto na cena de duelo no colliseum e inclusive demonstra a importância da lei de Darwin, onde não é o mais forte ou o mais rápido que sobreviverá, mas sim
quem melhor se adaptar ao meio. Já Don Juan de Marco mostra todas as etapas de uma conquista e foi inspiração para uma das minhas principais palestras (“O Perfil do Novo Profissional de Vendas”), onde faço uma analogia entre sexo e vendas, ficando
bastante claro a semelhança para não dizer identicidade, se pensarmos que nos dois casos precisamos de preparação para obter ótimos resultados e especialmente que a falta de inovação gera oportunidades para a concorrência. Em Harry e Sally, há uma cena em que a atriz Meg Ryan simula um orgasmo dentro do restaurante... Fica explícito o perigo que é a falta de percepção que as empresas têm a respeito da satisfação do cliente, que muitas vezes diz estar tudo bem e satisfeito para não se indispor ou ser visto como chato pela empresa. Já o filme Por amor e por
dinheiro com Michael J. Fox mostra o poder de uma visão, e o quanto é importante ter um sonho alinhado a um objetivo para poder realizar-se. Missão Impossível 2 nos lembra que todas as empresas têm um estilo estratégico, um modos operante, um estilo e DNA especifico; que, se você os analisar, estudar os modelos estratégicos aplicados no passado consegue obter o perfil modelo de atuação da empresa concorrente, possibilitando-nos a antever ou reagir de forma extremamente eficiente ou até criar estratégias que nos assegurem vantagens. Para concluir menciono Perfume de mulher. Neste clássico pude abstrair duas idéias: na cena do tango, é possível conhecer profundamente a importância de se ter foco definido no mercado em que se atua, é o que chamo de foco no foco para dominar o seu nicho de mercado. O sucesso é garantido. Em suma, são conceitos que, mesmo parecendo lúdicos, nos remetem a profundas reflexões e principalmente a
mudanças de atitudes. É a sétima arte dando lições ao mundo empresarial no qual não podemos perder de vista o principal objetivo de qualquer empresa: Caixa, lucro e perpetuação que somente será conseguido se centrarmos nossos esforços no cliente. Este é o nosso objetivo sempre.Ficando claro que não é mais termos foco no cliente e sim termos foco DO cliente para podermos construir um relacionamento duradouro com ele.
Chega de falar.
Just do It

AGORA FAÇA!
Por Cláudio Tomanini